Festa à brasileira: significados do festejar no país que “não é sério”

331
Festa à brasileira: significados do festejar no país que “não é sério”
Rita de Cássia de Mello Peixoto Amaral

A festa “à brasileira”, constitui uma linguagem simbólica para a qual são traduzidos muitos dos valores nacionais. Ela é capaz de mediar diferenças sociais e culturais, estabelecendo “pontes” entre grupos e suas realidades e utopias. Baseada nestas premissas, este trabalho analisa algumas das grandes festas realizadas em cinco regiões do Brasil (Oktoberfest, no sul, Festa de N. Sra. De Achiropita e de Peão Boiadeiro, no sudeste, São João, no nordeste, Círio de Nazaré e Festa de Parintins, no norte e as Festas do Divino Espirito Santo no centro-oeste), mostrando seus múltiplos sentidos: como forma de organização popular, de expressão artística, modo de ação social, expressão de identidade cultural e afirmação de seus valores particulares no contexto nacional.

PDF

Projeto desenvolvido por